Picolé de leite materno: venha conhecer essa invenção

O mais aconselhado para todos os bebês é que eles se alimentem somente de leite materno até o sexto mês de vida, pelo menos. Por isso, que tal deixar esse momento mais interessante e divertido com os picolés de leite materno? Venha conhecer o modo de preparo, os benefícios e as diferentes opiniões sobre o assunto. Seu pequeno vai adorar!

Share Button

Picolé de Leite Materno - Tricae

Alguma vez você já pensou em um picolé para alimentar seu bebê? A ideia parece ser impossível, uma vez que a criança só se alimenta de leite materno durante os seis primeiros meses de vida, mas não é.

A criatividade tomou conta de algumas mamães e elas começaram a preparar um picolé de leite materno, feito apenas com o próprio leite da mamãe. Muitos especialistas consideram a prática benéfica, enquanto que outros criticam a ideia. O problema não é a baixa temperatura – que não deixa o recém-nascido mais suscetível a pegar gripes e resfriados, como muitos pensam – e sim no manuseio e armazenamento do leite. Higiene e esterilização, portanto, são essenciais para que a criança fique longe de qualquer problema de saúde!

Picolé de Leite Materno - TricaeVale entender um pouco mais sobre o assunto e somar a sua opinião com a do seu pediatra, já que é uma maneira bem divertida de alimentar o seu bebê sem deixar os nutrientes do leite materno de lado. O momento mais apropriado de servir o picolé para a criança é entre o quinto e o sexto mês de vida, que é quando os dentinhos da criança começam a nascer. É como se ele fosse um lanche da tarde nutritivo e por isso o ideal é servi-lo entre as mamadas, sem substituir nenhuma outra refeição.

O bebê pode estranhar um pouco e não comer tudo na primeira vez que experimentar o sorvete, mas segundo as mamães que já testaram o procedimento, aos poucos os recém-nascidos se acostumam e adoram a novidade! Então que tal conferir todas as informações necessárias para que este momento faça parte da vida da criançada?

Quais são os benefícios?

Picolé de Leite Materno - Tricae


Calor
O Brasil é um país tropical e por isso enfrentamos temperaturas altas durante todo o ano, até mesmo no período de inverno. Assim como nós, os bebês também sentem muito calor e precisam baixar um pouquinho a temperatura do corpo nos dias mais quentes. Neste momento, o picolé de leite materno pode ser uma excelente solução, deixando seu pequeno mais confortável e agradável em um dia de sol.

Erupção dos dentinhos
Quando os dentinhos começam a nascer o bebê sente um grande incômodo nas gengivas. Os picolés de leite materno são muito interessantes para diminuir esse sensação, já que a baixa temperatura faz com que a gengiva fique um pouco anestesiada. É a mesma ideia de oferecer aqueles modelos de mordedores que vem com gel dentro e que são armazenados na geladeira.

Propriedades do leite
O leite materno é repleto de nutrientes que são essenciais para o desenvolvimento do bebê, como os carboidratos, as proteínas e vitaminas. O mais legal de tudo é que o diversos especialistas afirmam que o congelamento do leite não faz com que esses nutrientes sejam perdidos e, por isso, não existe motivo para se preocupar. Seu filho terá uma refeição saudável e com tudo o que ele tem direito!

Modo de preparo

Picolé de Leite Materno - TricaeOs bebês adoram o picolé e o mais legal de tudo é que eles são bem fáceis de fazer. Basicamente, é só tirar o leite do seio (cerca de 50ml por picolé), colocar em uma forminha de picolés, levar ao freezer e servir para a criança. Procure não encher a forminha até a boca, já que quando o líquido é congelado, aumenta de volume. Caso não tenha uma forminha própria, você também pode colocar em uma daquelas comuns de gelo e inserir palitos de sorvete.

Vale ressaltar que alguns cuidados são essenciais para que o processo seja agradável para a mamãe e para o bebê, prezando pela saúde e conforto de ambos. Por isso, não deixe de ler as recomendações da Tricae.

Principais recomendações

Picolé de Leite Materno - TricaeEvitar a contaminação do leite é essencial para que a criança fique longe de qualquer problema de saúde. O primeiro passo é lavar bem as mãos e as forminhas que serão utilizadas e para retirar o leite você tem duas opções: manualmente ou com o auxílio das bombinhas (que devem ser esterilizadas). Ambas são eficazes e isso vai de acordo com a preferência da mamãe.

Você pode armazenar várias forminhas e servir para o bebê nos dias mais quentes, mas tome cuidado com o prazo de validade. O mais indicado é que o picolé seja ingerido em até dez dias. Caso contrário, jogue fora e prepare outras forminhas com o leite mais fresquinho. Se o bebê não tomar todo o sorvete, descarte as sobras ao invés de guardar o picolé novamente, já que a saliva é repleta de bactérias.

Sirva o picolé para a criança no máximo duas vezes ao dia para que o bebê não fique superalimentado. Além disso, o excesso de sorvete pode diminuir muito a temperatura do recém-nascido e causar um resfriado. Agora é só deixar os guardanapos e babadores por perto e fazer com que este momento seja mais do que delicioso!

E aí, gostou das nossas dicas? Está pensando em fazer o teste?
Deixe nos comentários o que você achou!

Share Button