Cuidados com a pele da mamãe antes e depois do parto

Um bebê, ou até mais, está para chegar e nada mais natural que o corpo busque formas para se adaptar e deixar a barriga da mamãe o mais confortável para esse pequeno ser. Porém, com as mudanças do corpo, acontecendo com tanta rapidez, alguns cuidados para a pele da mamãe seguir firme e forte nessa caminhada serão necessários. Entenda o que mudará no seu corpo e como você pode cuidar da sua pele e do seu filho da maneira correta.

Share Button

Cuidados com a pele da mamãe antes e depois do parto

Durante a gravidez o corpo da mulher se prepara para abrigar um novo (e fofo, diga-se de passagem) ser, e para isso a mamãe passará por diversas transformações. Tudo isso acontece para que seu corpo se adapte e assim possibilite ao bebê um cantinho bem confortável enquanto se desenvolve. Em paralelo ao pré-natal, que é de extrema importância para a saúde do bebê e da mãe, outras precauções deverão ser tomadas, desde uma alimentação saudável até cuidados com a pele da mamãe, que devem ser intensificados no início da gestação e mantidos posteriormente.

 

As transformações no corpo durante uma gestação são percebidas não só ao longo dos 9 meses como também no pós-parto, na primeira situação o corpo se adapta para a chegada do bebê e na segunda ele passa pelo processo de voltar ao normal. Em ambos os momentos, a pele é a parte do corpo que mais muda e por isso quanto antes você começar a se cuidar melhor, dica de amiga!

 

As tão temidas estrias podem ser prevenidas, para isso a mamãe precisa hidratar a pele adequadamente. Cremes que contenham uréia, uva e avelã em sua composição umidificam a pele e previnem as estrias, além disso óleos à base de amêndoa são ótimos para evitar o ressecamento da pele da barriga. Aplique-os diariamente após o banho, massageando bem as regiões mais propensas ao surgimento de estrias, como barriga, glúteos, coxas e seios.

 

A pressão no útero afeta as veias pélvicas e a veia cava inferior, o que leva ao aparecimento das varizes. Com o passar dos meses da gestação essas veias tendem a ficar mais aparentes, o que costuma melhorar após o parto. Enquanto isso não acontece é possível incluir hábitos na sua rotina que ajudarão a evitar ou minimizar o surgimento das varizes. Para as gravidinhas que trabalham é bom manter um banquinho embaixo da mesa, para elevar os pés e pernas sempre que possível. Em casa, deite-se e apoie os pés numa pilha de travesseiros, mantendo-os elevados. Tente encaixar na agenda um tempinho para caminhar, mesmo que seja em volta do quarteirão de casa. E por fim, evite ficar de pé por períodos longos e ao sentar não cruze as pernas, o que mais para o finalzinho da gravidez não será possível mesmo.

 

Além das estrias e varizes, é preciso ficar atenta a um outro fator: manchas no rosto. Conhecidas como melasma ou cloasma gravídico, elas ocorrem devido às alterações hormonais que ocorrem durante a gravidez e estimulam a formação de melanina. Portanto, evite pegar muito sol durante a gravidez, pois as manchas ocorrem principalmente quando a pele fica exposta ao sol. Além disso, evite usar produtos esfoliantes e que contenham ácidos. Ah, antes que eu me esqueça: use filtro solar. Essas alterações hormonais costumam continuar mesmo após o término da gravidez, variando entre 4 e seis meses após o parto, e por consequência as machas tendem a diminuir e desaparecer, o que varia conforme os casos.
Lembre-se sempre de manter uma alimentação saudável, fornecendo os nutrientes necessários para a formação do bebê. Alguns bons exemplos são leite, brócolis, carnes, frutas e ovos.
Quem é mãe de primeira viagem pode se assustar um pouco ao ler sobre essas mudanças no corpo. Mas fique tranquila! Seguindo nossas dicas, esses inconvenientes poderão ser evitados ou minimizados. Quando chegar o dia do parto e você olhar para o rostinho do seu filho saberá que tudo terá valido a pena.
Caso tenha alguma dúvida ou conheça mais dicas, faça isso nos comentários logo abaixo. Vamos adorar poder te ajudar e aprender mais!

Share Button