Dicas para viajar com as crianças

A Elga Buck viaja pelo mundo com a sua filha Rapha, de cinco anos, desde que a pequena tem três meses! Com o tempo, ela criou vários truques para deixar a viagem mais descomplicada e divertida. Confira as dicas e faça as malas!

Share Button

viajar com as crianças

A Elga Buck viaja pelo mundo com a sua filha Rapha, de cinco anos, desde que a pequena tem três meses! Com o tempo, ela criou vários truques para deixar a viagem mais descomplicada e divertida. Confira as dicas e faça as malas!

Mamães de primeira viagem
A Elga conta que “se a Rapha estiver fazendo o que gosta jamais reclama de estar cansada! O limite é mais meu do que dela.” Mas, para que os dias possam ser aproveitados ao máximo, as horas de sono são lei: no mínimo nove.

“Em Buenos Aires, nós saíamos do hotel por volta de 10:30h da manhã e só voltávamos entre 18h e 20h. Assim, não tínhamos nenhuma programação estendida à noite, pra que todas pudéssemos descansar.”  Dica: entre um passeio e outro, pare em um café para sentar e recarregar as energias!

Saiba tudo que seu filho pode precisar durante um dia comum, “num país diferente, a cultura e os hábitos mudam muito. Por isso, sempre saio do hotel com uma mochila contendo os itens que acho que irei precisar.”

Não pode faltar:

  • Documentos
  • Cartão de metrô
  • Telefone
  • Lenços de papel
  • Protetor labial
  • Lanche
  • Suco
  • Remédios para mal estar, dor ou febre
  • Pomada para picadas
  • Lenços umedecidos
  • 01 troca de roupas para as crianças

Dica: Se seu filho tiver até quatro anos de idade, vale levar o carrinho de bebê para quando ele se cansar. Além disso, enquanto ele se diverte, você apoia a mochila e aproveita para descansar os ombros.

Planejar é tudo
A internet é sua melhor amiga nessas horas! “Se já conheço local, claro que me sinto um pouco mais segura, como aconteceu em Buenos Aires e algumas cidades turísticas onde já estivemos,” explica Elga. Porém, numa primeira visita, é importante ler muito a respeito da região e suas particularidades, além de buscar experiências de outras pessoas.

Conhecer o mapa da cidade e localizar os pontos de interesse ajuda a montar o itinerário, para aproveitar os dias ao máximo. “O mais importante é saber onde você está. O turista deve ser confiante, isso ajuda demais na hora de pegar um táxi, por exemplo.”

Onde ficar?
Para viagens internacionais, busque escolher hotéis do tipo flat, que contêm uma mini cozinha, pois isso facilita muito com crianças. É possível preparar refeições leves e, assim, você evita ter que sair à procura de restaurantes à noite, quando os pequenos estão cansados e prestes a dormir. Antes de fazer sua reserva no hotel, descubra se o bairro é seguro e se a locomoção é fácil, com táxis ou metrôs por perto.

Outra opção é alugar um apartamento: ideal para grupos ou famílias a partir de três pessoas. Apesar de não ter as facilidades de um hotel, o espaço amplo e a liberdade são boas vantagens. Além disso, é possível encontrar apartamentos a ótimos preços.

E a mala?
Antes de mais nada, confira a previsão do tempo para os dias da viagem. Roupas de inverno ocupam mais espaço e geram mais dúvidas entre as combinações. Então, quando souber a qual será o clima, ficará um pouco mais fácil. Lembre-se de levar uma troca de roupa para a crianças na bagagem de mão, para levar na aeronave.

Dica: Comece separando por número de trocas de roupas. Entre essas peças, coloque dois ou três itens extras. Você também pode levar os looks já definidos, fazendo as combinações com calma em casa. Para cada dois ou até três looks, você pode usar o mesmo par de calçados. Não se esqueça de pensar em roupas e sapatos confortáveis pois, caso contrário, isso pode ocasionar dores e machucados durante o passeio.

Fique esperta

  • Mantenha a sua câmera sempre carregada para não perder nenhum clique!
  • Leve um carregador portátil para celular.
  • Durma e se alimente bem, afinal, você precisa estar inteira para dar conta de si mesma e das crianças.
  • Faça pequenas pausas entre um passeio e outro. Aproveite para compartilhar suas aventuras e telefonar para alguém em locais com wi-fi gratuito.
  • Por motivos de segurança, evite usar eletrônicos em locais abertos e não turísticos.
  • Escolha um hotel bem localizado, próximo a metrôs, para economizar com transporte no durante a viagem.
  • Jamais, em hipótese alguma, saia de perto das crianças. Oriente-as sobre estranhos, reforce o discurso e, se possível, coloque junto com elas algum tipo de identificação não aparente (como um cartão nos bolsos ou bolsinhas a tiracolo).
  • Chegue cedo nos aeroportos. As políticas de segurança para embarque têm mudado bastante e as crianças não tem o mesmo ritmo dos adultos.
  • Consulte com antecedência as políticas de embarque com crianças junto ao site da Polícia Federal.

Gostou? Confira a nossa seleção de produtos:

[easingslider id=”14189″]

Btn_Veja-mais

Share Button