Como fazer uma mini-horta com a ajuda das crianças

Acompanhar o desenvolvimento dos alimentos pode aumentar a curiosidade dos pequenos e abrir a porta para novos sabores

Share Button
como fazer mini horta crianças
Foto: Shutterstock

Manter a alimentação saudável e apresentar comidas às crianças pode ser uma tarefa difícil. Que tal aproveitar os momentos juntos e organizar uma mini-horta com a ajuda dos pequenos? Acompanhar e atuar no processo de crescimento das plantas pode auxiliar nessa missão, além de garantir alimentos fresquinhos à disposição na sua casa. De quebra, mexer com terra pode ser super-relaxante e ajudar os pequenos a desenvolver o senso de responsabilidade e suas habilidades motoras.

Se a casa ou apartamento não tiver quintal, varanda ou área de serviço, por exemplo, o parapeito da janela da cozinha pode dar vida ao projeto. É importante se adaptar às possibilidades.

Algumas dicas:

 

  1. Escolha vasinhos com furos embaixo para que a água escoe. O  tamanho deve permitir o desenvolvimento das raízes, com pelo menos 20 cm de altura. Para tornar a atividade ainda mais divertida, peça para a criançada soltar a imaginação e pintar as peças escolhidas. Vale escrever os nomes dos vegetais que serão plantados em cada um dos vasos ou fazer plaquinhas de identificação.

 

  1. Na hora de escolher, aposte em hortaliças, ervas e frutos: alface, manjericão, hortelã, cebolinha ou tomatinho cereja. Você pode comprar as sementes ou as mudas, o que acelera o processo de formação da horta.

 

  1. Cubra o fundo do vaso com cascalho e preencha o restante com terra. Se optar por usar sementes, siga as recomendações da embalagem: algumas espécies precisam ser plantadas em maior ou menor profundidade. No caso de re-plantar uma mudinha, espalhe a terra até a metade do vaso, encaixa a muda e complete ao redor.

Durante o processo, explique aos pequenos os cuidados necessários e os benefícios do que está sendo plantando. Peça ajuda para manter a terra sempre úmida. A dica é que vocês aprendam juntos a necessidade de cada planta: basta colocar o dedo na terra e perceber se ela está seca, mas lembre-se que encharcá-la pode prejudicar o desenvolvimento da hortinha.

Depois de um tempo, as folhas estarão prontas para incrementar as receitas do dia a dia: chame os pequenos para colher os alimentos que plantaram e auxiliar no preparo das refeições. Envolvê-los em todas as etapas com certeza vai estimular a curiosidade e a aceitação nessa descoberta de sabores.

 

Share Button