Alimentação saudável na festa junina

Sabemos que é muito difícil resistir às delícias da festa junina, principalmente quando se é criança. Sentir o cheiro do cachorro quente, da pipoca e do arroz doce pode tornar essa tarefa mais complicada ainda. Porém é preciso ficar de olho nas comidas e na quantidade ingerida pelos pequenos.

Share Button

Sabemos que é muito difícil resistir às delícias da festa junina, principalmente quando se é criança. Sentir o cheiro do cachorro quente, da pipoca e do arroz doce pode tornar essa tarefa mais complicada ainda. Porém é preciso ficar de olho nas comidas e na quantidade ingerida pelos pequenos. Alguns alimentos podem parecer inofensivos, mas estão carregados de calorias e gorduras que não fazem bem à saúde. Por isso, é preciso ter cuidado nas festas, pois geralmente as comidas estão cheias de sal, margarina, leite ou açúcar. E quanto mais a criança come, maiores são as chances de desenvolver problemas de saúde como colesterol alto e obesidade. E para deixar esses receios de lado e curtir a festa com muita alegria e diversão, preparamos algumas dicas para se deliciar na festa junina sem peso na consciência.

 

Pode caprichar

Milho: considerado a opção mais saudável da festa junina, o milho tem em sua composição fibras, ferro, potássio e vitaminas A e C. Ele auxilia no metabolismo da energia. Porém, seja o milho de espiga ou no prato, evite a manteiga e muito sal, que podem torná-lo nada saudável. O milho também pode ser consumido em bolos e na pamonha.

Cachorro quente: nos supermercados existe a opção de comprar salsicha de soja, que faz com que a combinação pão e salsicha seja mais saudável. O problema são os complementos do lanche. Molho de tomate, vinagrete, purê de batata e mostarda estão liberados desde que em pouca quantidade, mas evite a maionese e a batata palha que possuem menos benefícios.

Churrasco: o espetinho está liberado! Prefira o de carne ou frango e deixe a linguiça de lado, pois ela contém muita gordura. Mas tente ficar longe da farinha, farofa ou da maionese… As carnes vermelhas e brancas são proteínas que ajudam na defesa do organismo da criança.

Pipoca: quando o milho é estourado e vira pipoca, perde boa parte de suas vitaminas, mas o alimento ainda é rico em fibras. Se puder escolher, prefira um pacotinho com pouco sal, para não elevar pressão. Para o preparo opte por estourar as pipocas na panela com pouco óleo e evite as de micro-ondas, pois possuem muitos condimentos e sódio. A pipoca é leve e, por isso, pode ser consumida demais, então fique atenta para não exagerar, ok?

Pinhão: mesmo sendo fonte de amido e bem calórico, o pinhão é rico em carboidratos, vitaminas do complexo B, ômega 6 e 9. Ele não costuma ser um prato popular entre as crianças, que estranham sua aparência, mas é uma boa opção para comer e saciar o apetite.

Procure evitar

Doces: os doces típicos da festa junina contêm muito açúcar e muitas calorias em pequenas porções, por isso o ideal é evitar todos. Mas sabemos que negar um docinho pra uma criança não é tarefa fácil. Por isso, deixe que ela escolha um ou dois e controle a quantidade que ela vá ingerir. Afinal, de nada vai adiantar se controlar com os salgados, mas perder a mão com os doces.

Refrigerantes: com muito açúcar na sua composição, os refrigerantes também são grandes vilões, não só na festa junina como também no dia a dia. É muito difícil encontrar opções saudáveis de bebida nas festas, por isso você pode fazer um suco natural antes de sair de casa e levar em uma garrafa térmica.

Um alimento que divide a opinião dos nutricionistas é o amendoim. Ele é bem calórico e gorduroso, mas possui bastante vitamina E, que tem ação antioxidante e previne doenças vasculares. O problema é que nas festas juninas é muito comum encontrar o amendoim com uma grande quantidade de sal ou de açúcar, o que acaba por eliminar a propriedade da vitamina. Por isso, prefira uma porção bem pequena.

Dica: o ideal é comer alguma coisa antes de ir para a festa junina, pois com o estômago vazio a tendência é comer mais e mais. É importante ter em mente que o exagero nunca faz bem. Procure oferecer para seu filho um pouco de cada alimento salgado, assim não sobra tanto espaço para o doce.

Se você não costuma frequentar festas juninas com seu filho, é possível fazer várias receitas em casa. Para tornar as comidas mais saudáveis você pode trocar alguns ingredientes, como o leite integral pelo leite desnatado, o açúcar refinado pelo açúcar mascavo. Além disso, muitas receitas também podem ser adaptadas para as crianças com restrição alimentar.

Fontes: Vila Mulher e Personare.

Share Button